1 fevereiro, 2015

Cadê o respeito? Sumiu.

Respeito, já soletrava Aretha Franklin na sua música “Respect”, é algo bom e todo mundo gosta, não é verdade?

Respeito no amor, na amizade, na família, no trabalho, no trânsito, no aeroporto, no avião, enfim, respeito é respeito. Eu me considero uma pessoa que fala a maioria das coisas que sente, meus amigos sabem quando eu tô triste, feliz, eufórica, apaixonada, não escondo e o-de-io fingir. Sou cem por cento verdadeira? Claro que não, nem podemos ser isto mesmo se quiséssemos, mas eu AMO de paixão ser o que eu sou e sinto na maioria do tempo.

Acredito que o que se leva dessa vida é a vida que se leva, eu quero levar lá pra cima – se for aceita, rs – coisas que eu me orgulhe, lições que eu tenha aprendido e que eu deixe aqui embaixo, o respeito das pessoas. Com respeito nós vamos além, nós evoluímos de uma esfera de se achar superior á pessoas para uma em que entendemos que todo mundo deve ser respeitado da mesma maneira.

O respeito deve ser usado sem moderação e ele não significa gostar das pessoas ou ser falso, simplesmente, você habita essa Terra com mais bilhões de pessoas que merecem receber a mesma coisa que você. Por tanto, não se sinta mais importante do que ninguém e respeite o próximo.

Respeitar alguém na hora da raiva, da mágoa e da decepção é uma das coisas mais difíceis da vida, eu diria que é mais difícil do que perdoar. Sabe aquela hora que você ODEIA o outro e quer mais que ele vá a merda? Então, até nessa porcaria de hora você tem que usar a palavrinha com “erre” repetida mil vezes aqui. Respira e respeita.

Se respeitar também é uma atitude que vai te ajudar em tudo na sua vida, não é se achar superior, é se conhecer e entender o que é melhor para você sem fazer mal ao outro.

Não tenha dúvidas, o cara lá de cima tá te olhando e observando tudo, o universo conspira a favor de quem emana o bem e tudo, absolutamente tudo, o que a gente faz sem respeito, volta.

Na dúvida? Engula as atitudes de raiva e impulsão, com certeza elas são vazias de respeito e podem acabar com coisas que não voltam nunca mais.

Grite no Facebook!

Posts Relacionados